+55 (48) 3255-0550

Produtores investem em sulfato de cálcio granulado para manter potencial produtivo do solo

Propriedade em Cachoeira do Sul atingiu excelentes resultados na soja, milho, pecuária e nogueiras

Estância
Os conceitos de propriedade economicamente sustentável ganham, cada vez mais, importância no negócio rural. Para produzir mais, na mesma área, é necessário adotar boas práticas para preservar os recursos naturais, como por exemplo, o solo, que desempenha papel fundamental na produtividade agrícola.

Em Cachoeira do Sul, na metade Sul do RS, a Estância Arvoredo mostra que é possível produzir com qualidade e produtividade, aproveitando e protegendo os recursos naturais, em especial o solo. Um dos proprietários e administrador da Estância, Francisco Hepp, sabe o valor e a importância do solo para explorar o potencial máximo das diferentes culturas que a propriedade cultiva.

"Falar do solo é algo que nos cativa, sabemos que nele temos possibilidades ímpares. Em nossa região, temos como trabalhar com diversas culturas, buscando a rotação de cultura e agregando rentabilidade. Pois bem, quando assumimos a Estância, tivemos o privilégio de logo perceber que com um solo de boa qualidade, toda e qualquer cultura ali estabelecida e bem manejada, nos traria rentabilidade; e assim fizemos, seguimos na busca incansável de um solo cada vez melhor", destaca Francisco.

Na busca por um solo ideal, um dos problemas enfrentados na maioria das propriedades rurais do país é a acidez causada pelo alumínio tóxico e hidrogênio, que hoje ainda é o maior desafio na Estância Arvoredo. No entanto, Francisco revela que aos poucos vem conseguindo superar o problema através da aplicação de fertilizante mineral à base de cálcio e enxofre, concentrados na forma granulada, pois o cálcio repele o alumínio e o sulfato o neutraliza.

"Sabíamos da eficácia do gesso agrícola granulado, ferramenta importante capaz de atender nossa necessidade, e desempenhar essa importante tarefa, de carregar o cálcio para níveis mais profundos. Nosso desafio macro hoje é zerar alumínio tóxico, construir um perfil melhor de solo, criar um solo aeróbico, melhorando assim a biota, e um equilíbrio físico, químico e biológico", enfatiza o produtor.
O engenheiro agrônomo da SulGesso, empresa referência na produção de fertilizantes minerais, Marlun Junges, explica que o sulfato de cálcio atua nas camadas mais profundas do solo, nutrindo a planta desde a raiz. "O sulfato de cálcio é uma das principais composições para equilibrar o solo, fornecendo cálcio e enxofre desde a raiz até a parte aérea da planta. Ele é concentrado no produto SulfaCal, que é um fertilizante granulado mais solúvel que o calcário e mais acessível, comparando o seu custo-benefício", destaca o agrônomo da empresa catarinense líder no fornecimento de sulfato de cálcio no sul do Brasil.

O agrônomo ainda explica que fertilizantes em geral possuem potencial de acidificação e por isso são também responsáveis pela acidificação do solo. Em sua fórmula, o produto SulfaCal tem um índice zero de acidificação.

Sulfato de cálcio granulado na soja, milho, pecuária e nogueiras -

O administrador da Estância Arvoredo explica que, devido às dificuldades de armazenamento, aplicação, volume excessivo e alta umidade, foi preciso retardar o manejo do solo. "Assim que nos foi ofertado um produto seco, granulado, que facilitou e melhorou a distribuição espacial, de fácil manuseio e embalagem prática, foi o momento que iniciamos a trabalhar", explica o produtor, que aplica o sulfato de cálcio granulado em área de cultivo de soja e milho, e agora também em área de pomares de nogueiras. Os resultados foram tão positivos que a Estância Arvoredo adquiriu mais de 100 toneladas de sulfato de cálcio granulado para utilizar em diferentes culturas.

"Nossas análises de solo têm mostrado uma melhora química do solo, tanto de cálcio, enxofre e redução do alumínio em profundidade. É preciso ter esse cuidado grande com o solo, precisamos dele para produzir, é de onde vêm os resultados", finaliza o agricultor.

Outro aspecto que vem despertando o interesse dos produtores é quanto à versatilidade do SulfaCal, que além de liberar o cálcio e o enxofre prontamente, atua na estrutura física do solo, pois promove um processo descompactação do solo, um problema recorrente em várias regiões do país, em especial em áreas de planta de lavoura, pomares e nas de integração lavoura-pecuária.

Texto: AgroUrbano Comunicação
Fotos: Multi Produtora

foto2

drone

drone 1

Estância

 

Los comentarios están cerrados.