+55 (48) 3255-0550

Preparar o solo para o inverno é investimento na safra de verão

Especialistas explicam como a Adubação de Sistema aplicada no inverno ajuda na máxima eficiência nas culturas de verão

Mix de raízes


Com a proximidade da estação mais fria do ano, alguns plantios são extremamente prejudicados. Cultivar plantas mais resistentes ao inverno não é o suficiente para que elas cresçam saudáveis. As baixas temperaturas exigem cuidados redobrados, para que não haja perda nas lavouras.
O planejamento para o plantio de inverno passa pela preparação do solo, que tende a ter perdas e a ficar ressecado nessa época. “É fundamental que a implantação e o desenvolvimento inicial da lavoura ocorram de forma adequada. O segredo da alta produtividade é fazer o básico bem feito, no inverno para alcançar máxima eficiência no verão, conforme o conceito de Adubação de Sistema”, afirma Eduardo Silva e Silva, engenheiro agrônomo e especialista em solo.
A prática, ao longo do tempo, vem comprovando que o uso de fertilizantes minerais, em lavouras de inverno e pastagens, garante solos com melhor desempenho. Referência no mercado, o fertilizante mineral SulfaCal possui alta concentração de cálcio e enxofre solúveis, e é indicado para todas as culturas. “Com a ação protetora dos macronutrientes N-P-K (Nitrogênio, Fósforo e Potássio), já nas culturas de inverno, há uma redução do risco de estresse hídrico e um maior equilíbrio químico e físico do solo. Na sequência, a nutrição das plantas ficará mais equilibrada e o manejo de controle de pragas também. O resultado aparecerá ao longo do ciclo e, mais adiante, com a alta produtividade nas culturas de verão”, detalha Silva e Silva.
Ao melhorar o condicionamento e a descompactação do solo, o sulfato de cálcio granulado SulfaCal proporciona vigor no enraizamento, favorecendo uma maior absorção de água e a reposição natural dos nutrientes. Além disso, o produto combate o alumínio tóxico e o teor de sódio do solo. Com isso, há melhores condições para todas as etapas de crescimento e redução na demanda por insumos químicos.


Solo protegido e animais bem nutridos

Nas pastagens, os macronutrientes presentes no fertilizante mineral SulfaCal promovem o aumento da oferta de massas fresca e seca para a nutrição animal, além de forrageiras com maior potencial de rebrote e plantas mais palatáveis. Segundo o engenheiro agrônomo, “a consequência é solo protegido e animais bem nutridos que, no final da cadeia produtiva, resultarão na oferta de carne com qualidade superior”.
A matéria-prima do SulfaCal é proveniente do município de Imbituba, em Santa Catarina, e produzido pela SulGesso, através da sua divisão de nutrição vegetal, chamada MaxiSolo.
O fertilizante mineral foi desenvolvido com tecnologia inovadora, com granulometria entre 2 e 4 mm, que permite uma excelente uniformidade na aplicação, a lanço ou na linha, baixa umidade e aumento significativo nas concentrações de cálcio e enxofre. SulfaCal é o único constituído à base de 100% sulfato de cálcio, o que o torna 150 vezes mais solúvel que o calcário e compatível com as demais formas de fertilizantes. É recomendado para uso desde em propriedades da agricultura familiar, até extensas áreas de pastos e lavouras. “O fertilizante SulfaCal veio para ajudar o produtor rural a proteger seu maior patrimônio, o solo. Ele potencializa a lavoura e seus ganhos, com melhores resultados. É um fator determinante para uma safra de sucesso”, finaliza o especialista Silva e Silva.

 


Texto: AgroUrbano Comunicação 
Foto: SulGesso / Divulgação

 

Los comentarios están cerrados.

WhatsApp
Enviar