+55 (48) 3255-0550

SulGesso leva educação ambiental para crianças do Ateliê Viver e Aprender

Atividade realizada pela empresa procura despertar nos pequenos uma nova mentalidade de como usufruir recursos oferecidos pela natureza.

 

escola2

Como início da vida escolar de todos, a educação infantil é o período em se aprendem conceitos e valores que são levados para toda vida. É nessa fase que a criança está sempre disposta a aprender, sendo um momento significativo para promover conceitos como a Educação Ambiental.

Por isso é importante o incentivo ao acesso à educação ambiental, prezando pelo cuidado e preservação do nosso planeta, desenvolvendo nas crianças e jovens uma nova mentalidade de como usufruir os recursos oferecidos pela natureza.

Com essa perspectiva, todos os anos a SulGesso, empresa de beneficiamento de sulfato de cálcio de Imbituba, realiza ações visando a preservação ambiental, seja em atividades desenvolvidas em escolas ou realizando atividades práticas.

A empresa desenvolve o Projeto Imbé (planta que dá nome a Imbituba), levando atividades de educação ambiental para escolas do município. Integrando a Semana do Meio Ambiente, a escolinha Ateliê Viver e Aprender recebeu a visita da engenheira agrônoma da SulGesso, Morgana Tuzzi, para transmitir aos alunos noções de cuidados ambientais.

Na oportunidade, a agrônoma falou para plateia de 1 a 6 anos sobre os recursos naturais e os cuidados com a natureza. “Procuramos transmitir aspectos básicos, como cuidar do meio ambiente, economizar água, cuidar dos animais, cuidar da vegetação, pois sabemos que essa conscientização ambiental desde cedo é muito importante para que a criança aprenda e repasse para a família tudo que aprendeu”, destaca a engenheira agrônoma Morgana Tuzzi.

A atividade também promoveu um contato direto dos pequenos do Ateliê com a terra e com o conceito de sustentabilidade, utilizando material reaproveitável. “Depois da palestra, plantamos sementes de ‘dorme-dorme’, aquele arbusto que fecha as folhas quando é tocado. Essas sementes foram plantadas em bandejas de ovos, que têm a função de sementeira. Fizemos isso para trabalhar com eles sobre o reaproveitamento dos materiais e ensinar o plantio da semente. Eles vão cuidar das sementes e, quando virarem mudas, vão plantar no parquinho”, acrescenta Morgana.

escola6 escola5

Los comentarios están cerrados.